Aposte no grupo de estudos e faça seu concorrente seu aliado



 O grupo de estudos pode ser conceituado como a reunião de pessoas em prol de interesses e objetivos comuns. No entanto, quando o foco desse grupo é o concurso público, o seu conceito se torna algo mais complexo, pois fica envolto por fatores psicológico.

Como breve exemplo, citarei o artigo elaborado pela Raquel Monteiro, em “Nenhum concurseiro é uma ilha”, onde exemplifica a atitude do concurseiro perante os ditos “concorrentes”. A autora mostra que o concurseiro diante desse contato se fecha e evita trocar experiências, talvez com o intuito de evitar que seu adversário se torne tão forte quanto ele.

Entretanto, a finalidade desse artigo é demonstrar que concorrência é algo relativa, pois se tratar de experiências e estudos acumulados durante os anos de vida, o que vai além do estudo referente a matérias específicas cobradas em edital.

Vimos, em vários artigos abordados no blog, que é necessário adquirir certa malícia perante as dificuldades, que vão da desorganização das Bancas, recursos financeiros limitados, até a mais íntima cobrança pessoal. Há algo pior do que cobrarmos a nós mesmos por um resultado? Acredito que não! Todavia, para atingir o sucesso é necessário estar preparado, e isso depende de quem? Depende do quê?

É nesse ponto, quando se percebe que seu sucesso depende apenas de você, do seu esforço aliado a um bom material de estudo; que é possível aproveitar os benefícios do grupo de estudos. Como assim?

O grupo de estudo aqui sugerido é o grupo motivado pela troca de informações, experiências e material de estudo. Material de estudo? Sim, isso não quer dizer fraudes ou pirataria. Contudo, perante a necessidade de materiais atualizados e livros de qualidade, mas diante da falta de verba para custear esses interesses, eu sugiro a compra compartilhada. Como assim? Segue exemplo: em um grupo com cinco pessoas, cada integrante compra um livro. Após isso, é feito um rodízio desses livros entre os integrantes do grupo. Essa simples atitude, fez com que fosse possível estudar em cinco livros novos, atualizados, em vez de apenas um.

Portanto, trata-se de uma ação social, como diria Max Weber, uma atitude mais avançada do que o comportamento individual. É necessário que os indivíduos estejam despidos de tabus e preconceitos para poderem assim aproveitar essa troca enriquecedora, que vai além da discussão de temas abordado nos livros, mas a possibilidade de aprender uns com os outros.

Resumo da ópera - O grupo de estudos é uma excelente alternativa para concurseiros sérios que buscam material de qualidade, mas não possuem recursos para tal. É um momento único, em que o concurseiro deixa de ser solitário e percebe o quanto é bom estar perto de pessoas que sofrem os mesmos dilemas, dificuldades e ansiedades. Afinal, não dizem que a união faz a força? Essa é a prova! A força é coletiva, mas o resultado é individual. Então, pense bem antes de achar que todos são seus adversários, mas sim, que todos podem ser seus aliados.

0 comentários: